Direito Global
blog

Torcedor armado

Um membro da torcida organizada do Botafogo da Paraíba cumpre medidas cautelares, por ser flagrado portando, ilegalmente, arma de fogo. A audiência de custódia foi presidida pelo juiz Adilson Fabrício Gomes Filho, diretor do Fórum Criminal de João Pessoa.

O magistrado acompanhou o parecer do Ministério Público e concedeu a liberdade provisória a Brayan Kleiton Baia da Silva, mas estabeleceu medidas cautelares. Dentre elas, a obrigação de se apresentar a uma autoridade policial, duas horas antes dos jogos do Botafogo.

O torcedor também terá que usar tornozeleira eletrônica por seis meses, comparecimento mensal ao Fórum Criminal, proibido de ausentar-se de João Pessoa sem prévia comunicação, recolhimento domiciliar noturno, além de comparecer a todos os atos de um eventual processo.

clica