Direito Global
blog

Presos provisórios

O Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) e a Corregedoria-Geral da Justiça do Estado de Goiás (CGJGO)  finalizaram, no prazo de 40 dias,  a força-tarefa para julgar processos de presos provisórios com mais de 180 dias. Foram julgadas 692 e movimentadas 868 ações, representando, respectivamente, 40,78% e 51,15%, envolvendo esforços concentrados em audiências, júris antecipados e sessões extras. O resultado foi finalizado no parecer nº 683/2018 e será encaminhado ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

São 16.621 presos nas cadeias e presídios de Goiás, sendo que 7.050 estão encarcerados provisoriamente. São homens e mulheres que tiveram a prisão preventiva decretada, mas ainda não foram julgados – para serem absolvidos ou condenados. Segundo a juíza auxiliar da Presidência do TJGO, Maria Cristina Costa, “o assunto é uma preocupação constante do Poder Judiciário goiano, pois a quantidade de presos provisórios é dinâmica. Sociedade e preso precisam de uma resposta rápida”.

clica