15 anos sem Arx Tourinho

No dia 6 de janeiro de 2005, com 57 anos, morria em Salvador, na Bahia, vítima de acidente de carro em acidente próximo ao então aeroporto Dois de Julho, o brilhante jurista e conselheiro federal da OAB baiana, Arx Tourinho. Na época, o Conselho Federal da OAB era presidido pelo advogado Roberto Busato. Ele vai propor à direção atual da entidade que promova uma cerimônia especial em homenagem ao seu conselheiro até o final deste ano.

Um experiente jurista

A advogada criminalista Daniela Tamanini esteve com um dos mais antigos e importantes juristas atuantes no pais: Fernando da Costa Tourinho Filho,de 93 anos, natural de Nova Viçosa, na Bahia, é um advogado, autor, professor e promotor de justiça aposentado pelo Ministério Público de São Paulo. Segundo Daniela, Tourinho é um dos maiores e melhores autores de direito processual no país.

Leitão no Baturité

O presidente da Comissão Nacional de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), o advogado criminalista Hélio Leitão irá proferir palestra na próxima segunda-feira, dia 12, no auditório da Faculdade do Maciço do Baturité, no Ceará, sobre Direito Penal, suas agências de execução e a luta pela afirmação dos direitos humanos. Hélio Leitão foi secretário da Justiça e da Cidadania do estado do Ceará e duas vezes presidente da OAB cearense.

Vaqueiro condenado

O vaqueiro José Bonfim Alves Santana, de 45 anos, foi condenado a 47 anos de prisão pelo assassinato de dois procuradores estaduais em uma fazenda em Vila Rica, município a 1.276 km de Cuiabá. O Tribunal do Júri condenou Bonfim a cumprir 47 anos e 3 meses de prisão, além de mais um ano e meio de detenção.