Direito Global
blog

Comitê de Imprensa da Câmara

Por Tania Monteiro, do jornal O Estado de São Paulo – Mais uma tentativa de dificultar o trabalho da imprensa. Um absurdo sair do baú novamente esse projeto de retirar o comitê de imprensa da Câmara dos deputados de seu atual local e transferir os jornalistas para o subsolo. Essa ideia nasceu na administração petista na Câmara. A discussão se estendeu por Eduardo Cunha (MDB-RJ) e Rodrigo Maia (DEM-RJ), mas não foi adiante. Agora, a ideia está sendo retomada por Arthur Lira (Progressistas-AL). Ou seja, não importa o partido, todos querem os jornalistas longe.

O atual comitê dá acesso ao plenário da Câmara e facilita o trânsito de jornalistas pelo Salão Verde. Também faz com que o presidente da Câmara passe pelos jornalistas, obrigatoriamente, ao sair do seu atual gabinete e se dirigir ao plenário.
A nova sala da imprensa, se a ideia vingar, será um andar abaixo do plenário, e também não dá acesso direto ao Salão Verde. A mudança é uma alteração no projeto original do arquiteto Oscar Niemeyer. No Palácio do Planalto, houve tentativa semelhante de tirar o comitê de imprensa do térreo e transferi-lo para subsolo, ao lado da garagem. Foi no governo Lula. Mas, felizmente, a “brilhante” ideia não vingou, depois de nós, jornalistas do comitê do Planalto, termos resistido e enfrentarmos muita briga e discussão para assegurar a manutenção do nosso espaço.
Felizmente, deu acerto, apesar de a tentativa de mudança ter nos custado a perda da sala de breafing, que foi inutilmente construída ao lado da garagem do Planalto, onde nenhuma autoridade jamais compareceu para falar e os novatos nem sabem que ela existe e onde fica. Mais uma demonstração de dinheiro público desperdiçado.
Tomara que o bom senso prevaleça e o comitê da Câmara seja mantido onde está, desde SEMPRE.
clica