Direito Global
blog

25 anos do acidente dos Mamonas Assassinas

Na próxima terça-feira, dia 2 de março, há 25 anos (02.03.1996), morriam, em um trágico acidente aéreo, todos os integrantes do banda de maior sucesso musical da época, os “Mamonas Assassinas”. O grupo voltava de um show em Brasília, no jatinho Learjet em que viajavam, modelo 25D prefixo PT-LSD. O avião chocou-se contra a Serra da Cantareira, em São Paulo, às 23h16, numa tentativa de arremetida, matando todos que estavam no avião.

A aeronave havia sido fretada com a finalidade de efetuar o transporte do grupo musical para um show no Estádio Mané Garrincha, em Brasília, e estava sob o comando do piloto Jorge Luiz Martins (30 anos de idade) e do copiloto Alberto Yoshiumi Takeda (24 anos de idade).

A banda Mamonas Assassinas era formada por:

Dinho (Alecsander Alves) – era o vocalista principal e líder da banda.Também tocava violão;
Bento Hinoto (Alberto Hinoto) – era o guitarrista da banda. Também tocava violão e fazia backing vocals;
Samuel Reoli (Samuel Reis de Oliveira) – era o baixista da banda e também fazia backing vocals;
Sérgio Reoli (Sérgio Reis de Oliveira) – era baterista da banda e também fazia backing vocals e
Júlio Rasec (Júlio César) – era o tecladista da banda. Também fazia backing vocals e vocais.

clica