Direito Global
blog

Máquinas de caca-níquel

O juiz da 8ª Vara Criminal de Belo Horizonte (MG), Luís Augusto César Barreto Fonseca, condenou integrantes de uma organização criminosa que exploravam cerca de cem pontos de jogo do bicho e de máquinas de caça-níquel na capital e nas cidades de Betim, Igarapé, São Joaquim de Bicas, Brumadinho, Mário Campos e Sarzedo. Sete membros da quadrilha vão cumprir pena que variam de 12 anos e 9 meses a 13 anos e 5 meses de prisão.

Dois policiais militares denunciados pelo Ministério Público como integrantes da quadrilha tiveram o processo desmembrado e serão julgados separadamente pela Justiça Militar.

clica