Direito Global
blog

Maksoud Plaza lacrado pela justiça

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) determinou que o prédio onde funcionava o hotel Maksoud Plaza, na capital paulista, seja lacrado. Com isso, fica suspensa, temporariamente, a entrega do imóvel aos irmãos Fernando e Jussara Simões, que arremataram o empreendimento em um leilão, em 2011.

A decisão provisória é do desembargador Araldo Telles, da 2ª Câmara Reservada de Direito Empresarial, que atendeu ao pedido dos irmãos Claudio e Roberto Maksoud, filhos do fundador do hotel, Henry Maksoud.

O Maksoud Plaza fechou as portas no dia 7 de dezembro, após 42 anos de funcionamento.

clica