Direito Global
blog

Ministra Elizabeth e a Revolução dos Cravos

Da ex-presidente do Superior Tribunal Militar (STM) e primeira mulher a ocupar uma vaga na corte militar, ministra Maria Elizabeth Guimarães Teixeira Rocha sobre as comemorações, amanhã (25), em Portugal, da Revolução dos Cravos:

“Para não dizer que não falei de flores, amanhã 25 de abril, no ano de 1974, eclodia a Revolução dos Cravos, que pôs fim a 41 anos da ditadura salazarista. Passadas quase cinco décadas de um dos acontecimentos históricos mais importantes do século XX, celebra-se, hoje e sempre, a primavera em terras lusitanas, promovida pelos “capitães de abril” que puseram flores no cano dos fuzis. Graças à Revolução findaram-se as guerras coloniais; os exilados voltaram à Portugal, restou promulgada a Constituição de 1976 que restaurou o Estado de Direito e Mário Soares foi eleito Primeiro Ministro.

‘Sei que há léguas a nos separar
Tanto mar, tanto mar
Sei também quanto é preciso, pá
Navegar, navegar,

E navegar, sem dúvida, em mares tormentosos e longínquos, foi o grandioso legado que o Velho Continente deixou aos brasileiros, nos fazendo acreditar que as flores vencem os canhões!”

clica