Direito Global
blog

Dívidas trabalhistas do Fluminense

A presidente do Tribunal Regional do Trabalho da Primeira Região, desembargadora Edith Maria Correa Tourinho, deferiu o plano de pagamento de dívidas trabalhistas do Fluminense. Em fevereiro, o clube já havia conseguido a homologação do plano para o pagamento dos débitos cíveis. Desta forma, a diretoria entende que conseguirá ter um fôlego, pois afastará de vez a pressão de penhoras.

— O equacionamento dos passivos é essencial para o planejamento e reestruturação do clube. Nosso desafio sempre foi o de criar as condições necessárias para que os credores se sentissem seguros de que iremos cumprir a nossa parte. E chegamos lá – celebrou o presidente Mário Bittencourt.

Com a homologação nas duas esferas – cível e trabalhista -, caberá ao clube realizar depósitos mensais nos respectivos juízos centralizadores, destinando também um valor fixo anual para a liquidação gradativa do débito. Há ainda possibilidade de propor valor para a quitação antecipada da dívida àqueles que oferecerem maior desconto.

clica