Direito Global
blog

‘Travessia Paixão Cortês” no rio Guaíba

O presidente da República, Jair Bolsonaro sancionou lei batizando de ‘Travessia Paixāo Côrtes’ uma ponte no rio Guaíba BR-290, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. O homenageado foi modelo para a escultura do gaúcho típico, na saída do aeroporto de Porto Alegre. Segundo o ex-presidente do STJ, ministro aposentado e atuando na advocacia, o gaúcho Paulo Costa Leite – torcedor apaixonado pelo Internacional – é “justa homenagem a um dos mais, senão o mais importante, arauto da cultura nativista do Rio Grande do Sul.A preservação das tradições gaúchas deve -se muito a ele. Eu o conheci pessoalmente.Homem culto e extremamente educado e afável”.

A proposição legislativa presta homenagem a João Carlos D’Ávila Paixão Côrtes, em reconhecimento ao fundador do movimento tradicionalista gaúcho. A proposta também está alinhada com a intenção do Movimento Ponte do Guaíba (MPG), que tem se empenhado para atribuir o referido nome à edificação. Paixão Côrtes, como ficou conhecido, nasceu em 1927, no município de Santana do Livramento, no Rio Grande do Sul, e foi doutor em história social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), professor do Colégio de Aplicação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e do Instituto de Letras da UFRGS.

O homenageado também foi autor e editor de vários estudos sobre literatura gaúcha, sendo considerado um grande pesquisador da cultura sul-rio-grandense. Ainda, dedicou-se à renovação do gauchismo cívico, à formalização das tradições gaúchas e à militância no movimento tradicionalista. Por sua atuação nos mais distintos segmentos, o gaúcho recebeu significativas homenagens, títulos e premiações, como a Ordem do Mérito Cultural e o de patrono da 56ª Feira do Livro de Porto Alegre, e foi reconhecido como um mediador cultural que deixou um importante legado para a história do Rio Grande do Sul, como, por exemplo, a fundação do Centro de Tradições Gaúcha (CTG).

Dessa forma, a sanção do projeto representa uma homenagem a João Carlos D’Ávila Paixão Côrtes por sua dedicação à cultura gaúcha e ao movimento tradicionalista no Rio Grande do Sul.

clica