A escritora e o padre

A 1ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro condenou a escritora Izaura Garcia de Carvalho Mendes, que acusava padre Marcelo Rossi de plágio, a indenizar o religioso e a editora Globo em R$ 50 mil para cada um. Izaura afirmou que um trecho do livro “Ágape”, de padre Marcelo, fora copiado de uma obra dela e entrou na Justiça pedindo indenização de mais de R$ 50 milhões. Só que se descobriu que o documento apresentado por ela era falso. E a mulher chegou a ser presa em maio por estelionato.

Veja mais

Atestado médico falso

Três réus, acusados de terem usado atestados médicos falsos com o fim de não se recolherem à unidade prisional, tiveram as penas redimensionadas pela Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Paraíba para o patamar de dois anos e quatro meses de reclusão, em regime fechado. A decisão seguiu o voto do relator, o juiz convocado Miguel de Britto Lyra Filho. Na 1ª Instância, as penas foram fixadas em três anos de reclusão.

Veja mais

Cônsul honorário da Bélgica

O Ceará é considerado um ponto estratégico para a aproximação entre o Brasil e a Bélgica. Um novo passo para o estreitamento destas relações foi dado com a posse do novo cônsul honorário do país europeu, o presidente da Comissão de Cultura e Arte da OAB Nacional, o advogado e músico Ricardo Bacelar. Com sede em Fortaleza, o novo consulado também terá jurisdição sobre Maranhão e Piauí.

Veja mais